Hiperconvergência como uma ponte para eficiência estratégica das empresas

Quando feita corretamente, a infraestrutura hiperconvergente representa o melhor caminho para eficiência, economia de custos, desempenho e a solução para as questões relacionadas a dívidas técnicas.

Para muitas organizações, no entanto, um dos principais desafios ao adotar um modelo de arquitetura de hiperconvergência é que eles simplesmente não entendem o que está sendo executado em seus sistemas legados.

Alguns sistemas de computador, linguagens de programação, aplicativos de software, arquiteturas de TI, processos ou tecnologias específicas se enquadram como exemplos de sistemas legados.

As características comuns descrevem bem o que é um sistema legado:

  • Não recebem mais suporte e manutenção, embora não possam ser substituídos por serem essenciais para muitas organizações.
  • São baseados em tecnologia desatualizada e, portanto, são incompatíveis com soluções atuais e mais avançadas.
  • Esses sistemas não estão mais disponíveis para aquisição.

Embora os sistemas legados ainda funcionem, eles podem ser instáveis ​​não apenas devido à sua incompatibilidade, mas também à falta de suporte e manutenção.

Basicamente, eles estão sendo transferidos de um fabricante para outro e, quanto mais correções eles tiverem, mais propensos a violações de segurança. Sem mencionar que o desempenho de tais sistemas está se tornando cada vez mais lento, com cada vez mais falhas. Isso, por sua vez, afeta a eficiência e a produtividade dentro da organização.

Dito isto, qualquer tecnologia que não possa mais ser suportada e atualizada automaticamente é essencialmente um sistema legado. Nem precisa ser necessariamente tão antiga, até mesmo um sistema de TI de um ano pode ser considerado um legado, basta se encaixar na descrição das características.

Em alguns casos, isso pode até prejudicar a saúde dos mesmos sistemas em que essas instituições confiam, criando vulnerabilidades de segurança.

No entanto, muitas organizações acham mais fácil manter dívidas técnicas, a exemplo dos contratos de fornecedores existentes, para “manter as luzes acesas”, em vez de enfrentar a perspectiva de redesenhar sua infraestrutura para ser mais ágil e eficiente.

Resolver a dívida técnica significa lidar com o legado e o custo da mudança em TI visando o futuro.

A dívida técnica apresenta os desafios do “custo da mudança” que muitas empresas não conseguem resolver adequadamente.

À medida que as empresas migram em escala para um mundo voltado para a Economia Digital, construindo e operando seus negócios em arquiteturas prontas para a mudança e com rapidez no tratamento de falhas, as empresas tradicionais lutam para fazer o mesmo e, consequentemente, comprometem sua capacidade de competir e até mesmo sobreviver.

A tendência clara para um novo ambiente de negócios, cada vez mais conectado e voltado para o digital, está pressionando as empresas a mudarem, tornando inevitável que elas trabalhem em sua dívida técnica.

Na maioria dos casos, é um custo enorme desfazer a complexidade da arquitetura de TI que foi desenvolvida e simplificar o panorama de infraestrutura, aplicativos e dados e tornar-se mais ágil para aproveitar novas oportunidades de negócios.

Porém, não é mais uma escolha, mas uma necessidade das empresas em quebrar a rigidez de seu legado e criar uma plataforma de tecnologia ágil e eficiente, buscando a sobrevivência no mercado.

Hiperconvergência como ponte para eficiência estratégica das empresas

A chave para resolver uma dívida técnica complexa e avançar para uma infraestrutura eficaz e sustentável é adotar uma abordagem planejada e preparada com uso da arquitetura hiperconvergente.

Ela permite obter maior controle sobre a estrutura de TI e tomar decisões técnicas com base nas necessidades dos negócios, e não nas limitações do sistema.

A Hiperconvergência utiliza essencialmente armazenamento, computação e rede, e os entrega como uma caixa preta. É basicamente comprar um mínimo de automação de TI como um dispositivo.

Em vez de se preocupar com alinhamentos de partições ou redimensionamentos, os administradores de sistemas podem apenas suportar cargas de trabalho e continuar suas operações em produção.

Além disso, os sistemas de infraestrutura hiperconvergente podem ser significativamente mais baratos que os melhores componentes de infraestrutura, como servidores em rack ou até SANs regulares.

A Hiperconvergência fornece expansão comercial eficiente

Hoje, empresas estabelecidas em todo o mundo estão aproveitando soluções hiperconvergentes altamente automatizadas e dimensionáveis ​​para criar um ambiente que suporta a necessidade de transformar e adaptar operações de maneira rápida e eficiente.

Vale destacar também, que a arquitetura centrada em software significa custos operacionais mais baixos.

Para se ter uma ideia, no White paper do IDC encomendado pela Dell EMC, “A expansão eficiente dos negócios com a Hiperconvergência da Dell EMC baseada em VMware” de outubro de 2018, mostra os efeitos positivos da mudança para uma arquitetura hiperconvergente.

  • Receita bruta adicional de US$ 4,89 milhões por organização, por ano, abordando melhor as oportunidades de negócios e reduzindo o tempo de inatividade
  • US$ 5,33 milhões em benefícios anuais por organização
  • 56% mais rápido para expandir as operações comerciais
  • Equipes de infraestrutura de TI 60% mais eficientes
  • Custo operacional 52% menor
  • 90% menos tempo de inatividade não planejado

Isso nos leva a repensar processos de TI ineficientes que impedem o crescimento dos negócios e dificultam a concorrência em um mundo digital em rápida mudança.

O resultado é um aumento no uso de infraestrutura altamente automatizada e definida por software, que ajuda a eliminar os silos do datacenter e oferece suporte a um ambiente de TI mais ágil.

A análise feita pelo IDC mostra ainda que, através de investimentos na infraestrutura hiperconvergente, as organizações estão obtendo um valor significativo que a consultoria quantifica com um valor médio anual total de US$ 5,33 milhões por organização (US$ 370,700 por 100 usuários):

  • O que permite aos funcionários melhorar o desempenho dos aplicativos e conquistar novos negócios.
  • Torna as equipes de infraestrutura de TI e desenvolvimento de aplicativos mais eficientes e produtivas, com infraestruturas de TI mais confiáveis ​​e ágeis.
  • Reduz o impacto de interrupções relacionadas à infraestrutura nas operações comerciais.
  • Otimiza o hardware e outros custos associados à execução de aplicativos em escritórios e filiais.

É cada vez mais evidente que as empresas não podem competir com sucesso na

infraestrutura legada, e os benefícios da modernização da TI são numerosos.

Além de incluir a redução da dívida técnica, torna um caminho mais fácil para a nuvem híbrida, o suporte para expansão de cargas de trabalho, segurança e conformidade de dados e maior produtividade e inovação para o desenvolvedor de aplicativos.

E por fim, a Hiperconvergência será fundamental para aprimorar a eficiência e a interoperabilidade da infraestrutura, otimizando o gerenciamento de TI e oferecendo o desempenho de expansão em computação, armazenamento e rede para as altas cargas de trabalho que as empresas atuais exigem.

Sobre a NETCENTER

Seja para atender melhor seus clientes, aumentar a produtividade ou transformar o seu modelo de negócio, hoje a tecnologia da informação é um fator relevante para o sucesso de qualquer organização.

A NETCENTER é uma empresa especializada em soluções gerenciadas TI para transformação de infraestrutura e proteção de ativos digitais. Apoiada na sua parceria com os principais players de tecnologia do mercado, somado aos seus 25 anos de experiência na entrega de soluções e serviços, capacitamos as empresas a:

  • Executar suas aplicações de negócio.
  • Melhorar sua a eficiência operacional.
  • Proteger seus ativos digitais.

DEFINA, IMPLEMENTE, GERENCIE e PROTEJA. Conte com a NETCENTER.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *