Aprenda a fazer o gerenciamento de rede em negócios em expansão

O objetivo de toda empresa é o crescimento. E conforme ela cresce, o número de conexões que deverão ser gerenciadas pelo firewall aumenta.
A infraestrutura de TI deve ser capaz de suportar essa expansão de forma que a empresa continue em pleno funcionamento, além de garantir a segurança dos dados da empresa.

Se a sua missão é manter sob controle todo gerenciamento de rede enquanto planeja e controla os recursos para a manutenção da empresa, acompanhe nosso post para que você consiga fazer isso de forma consolidada.

 

O que considerar ao criar um modelo de gestão de recursos

Ao expandir um negócio, é preciso pensar que o tráfego de vai aumentar, juntamente com a complexidade da configuração das redes. Ao investir em um modelo de gerenciamento de redes, é preciso levar em conta os custos e a segurança do projeto.
Antes de executar o projeto, deve-se observar se todas as configurações de software e hardware estão em conformidade com as regulamentações e se toda a infraestrutura será capaz de manter a segurança dos dados por meio de um gerenciamento centralizado.

Como organizar o processo de forma adequada

É preciso conhecer os modelos de gerenciamento propostos pela convenção da ISO (International Organization for Standartization), por intermédio do grupo OSI (Open Systems Interconnection), que sãos os três a seguir:

Modelo Informacional

Nesse modelo são definidos os objetos de gerência, como atributos, nomes e classes, e estabelecidas as relações e operações entre esses objetos.Dessa forma, objetos semelhantes são reunidos em uma mesma classe, e as classes podem ser subclasses de outras definidas pelos atributos, pelas ações e pelos eventos relatados.

Modelo organizacional

No modelo organizacional é estabelecida a cadeia hierárquica entre os sistemas de gerência, de forma que o ambiente acabe sendo dividido em vários domínios.
Esse modelo apresenta uma grande quantidade de informações a ser processada que pode ser oriunda de diversas localizações. Devido à complexidade, pode ser necessário um sistema que conte com mais de um gerente, por exemplo, dividindo as responsabilidades entre gerentes locais.

Modelo funcional ou FCAPS

O modelo funcional é conhecido como FCAPS sigla para faults, configuration, accounting, performance, security (falhas, configuração, contabilização, desempenho, performance e segurança), que se baseia no gerenciamento desses cinco pontos.

Com ele é possível coordenar e integrar softwares e hardwares com um profissional que testa, analisa e avalia todo o controle de rede. O objetivo é atender a todos os requisitos de qualidade de serviço e operação dentro de um custo razoável para a empresa.

Benefícios do gerenciamento de redes

O gerenciamento de redes, quando feito de forma bem planejada, possibilita a integração de sistemas a fim de distribuir tarefas, compartilhar e gerenciar recursos. Assim, o crescimento da empresa pode ser feito de forma ordenada e com capacidade para monitorar todos os serviços e processos, de forma que todos os componentes das redes contribuam para esse controle.
&nbsp
Devido à importância de um bom gerenciamento, vale salientar que negligenciar a implantação de softwares e contratação de uma equipe especializada para gerenciar as redes em negócios em expansão pode colocar em risco todo o crescimento da empresa e o capital investido — devido à falta de controle de recursos e informação.

Agora que você já sabe como fazer o gerenciamento de redes, que tal ler também nosso post com as 5 razões para fazer o monitoramento de rede na sua empresa?

No comments yet.

Leave a comment

Your email address will not be published.